Sobre este blog

Este blog publica exclusivamente conteúdo original da minha autoria (ver à direita) e serve o único propósito de garantir a minha imortalidade:

Google caches WebPages regularly and stores them on its massive servers. In fact, by uploading your thoughts and opinions to the internet, you will forever live on in Google's cache, even after you die, in a sort of "Google Afterlife".
- In Is Google God?

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Capítulo Final: A Última Pergunta

Foi então que encontrou, abandonado no meio da desarrumação, perdido no meio do caos indecifrável do seu sótão poeirento, o velho e amarelecido livro do tempo.

Pegou-lhe com ternura e com pesar e desfolhou as páginas frágeis preenchidas de memórias soltas, desorganizadas, incompletas, misturadas com sonhos, factos imaginados e realidades inacreditáveis.

O livro encheu-o de conforto, mas de melancolia também, porque estava preenchido até à última página e ele sabia o que é que isso significava.

Guardou-o junto de si, ciente do longo caminho percorrido, recheado de bons e maus momentos, peripécias incríveis, aventuras improváveis e personagens inesquecíveis.

Guardou-o e soube que nunca mais o deixaria esquecido num canto, que o carregaria sempre e para todo o lado.

Depois levantou-se e olhou para a cortina que se deparava à sua frente, fechada, ondulando ao sabor de uma brisa morna e invisível que o desafiava silenciosamente.

E soube ali mesmo que a última pergunta é sempre a mesma, para toda a gente, em todos os lugares e em todos os momentos da vida. A última pergunta é na verdade a primeira pergunta, é todas as perguntas, é a única pergunta que existe.

E por isso perguntou:

"O que estará para lá daquela cortina?"

Avançou com passos decididos, atravessou-a e desapareceu.

6 Comments:

Marco Robalo said...

Amo-te

Anônimo said...

Magnífico...

Marco Robalo said...

Amo-te

Anônimo said...

Visão emocionante neste espaço, textos assim dignificam a quem analisar neste blogue :)
Entrega mais deste espaço, a todos os teus cybernautas.

Anônimo said...

Escrita altamente neste local, textos como aqui está dão valor ao indivíduo que aparecer neste sítio !!!
Dá muito mais do teu web site, aos teus amigos.

Patrícia Sofia Pinto e Filipe said...

gostei muito do teu blog