Sobre este blog

Este blog publica exclusivamente conteúdo original da minha autoria (ver à direita) e serve o único propósito de garantir a minha imortalidade:

Google caches WebPages regularly and stores them on its massive servers. In fact, by uploading your thoughts and opinions to the internet, you will forever live on in Google's cache, even after you die, in a sort of "Google Afterlife".
- In Is Google God?

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

O Piropo

Às vezes a minha vida tem um quê de kafkiano.

Há uns tempos ia a descer a Duque de Loulé com o Hugo, em direcção a casa. Eram umas 11 da noite e avisto ao fundo do quarteirão um dos mendigos aqui da zona.

No meu quarteirão há muitos mendigos.

Há um que dorme à entrada do meu prédio todas as noites e resmunga sempre que chegamos tarde a casa por fazermos barulho ao abrir a porta da rua.

Há um que veste um casaco cor de vinho e consegue ficar horas de pé a fitar fixamente o vazio. Uma vez saí de casa às 9 da manhã e encontrei-o no meio do passeio a olhar para o outro lado da estrada. Voltei a casa eram 5 da tarde e ele estava na mesma exacta posição, no mesmo exacto sítio. Estou convencido que não pestanejou uma única vez nesse espaço de tempo. Gostava de saber o que lhe ia na cabeça.

Há um, e foi este em particular que vi nessa noite de que vos falo, que desperta em mim um enorme fascínio. Tem uma longa barba negra, espessa e impenetrável, um ninho de cabelos negros enriçados e está sempre completamente bêbado, com os olhos esgazeados, vermelhos de sangue. Costuma vaguear lentamente pela rua com um ar meio delirante e de vez em quando prega um berro altíssimo numa voz cavernosa que assusta toda a gente em volta. Nesse berro ele diz sempre a mesma frase, uma frase que me apoquenta, que me surge à noite quando não consigo dormir, uma frase críptica que oculta uma verdade profunda que não consigo deslindar por completo:

"ISTO É TUDO CARNE PA CANHÃO!!!"

Este homem é um filósofo.

Possui uma outra frase que costuma gritar aos outros mendigos. Grita tão alto que às vezes ouço-o em minha casa, no quarto andar:

"VAI-ME FAZER ESSA BARBA!!!!"

À primeira vista esta frase pode parecer mais mundana que a anterior, mas estou convencido que ela esconde uma profunda crítica social e que ao gritá-la este homem pretende alertar-nos para a mesquinhez da condição humana - quão frequente é condenarmos nos outros coisas que nós próprios temos ou fazemos?

Este homem é um génio, uma cabeça à frente no seu tempo.

Este homem é muito provavelmente a encarnação de Deus, que veio ao mundo na forma de um mendigo bêbado para nos pôr à prova. Pois ele grita alto e bom som verdades maiores que a vida, mas como por fora parece apenas um bêbado maluquinho e malcheiroso as pessoas não lhe ligam.

Eram então 11 da noite nesse dia e estava ao fim do quarteirão o mendigo filósofo, com o seu olhar estrábico. Caminhamos na sua direcção e no sentido oposto vemos uma mulher que era um autêntico avião, vestida com roupas muito justas e um decote voluptuoso. Ficámos os três a olhar para ela - eu, o Hugo e o mendigo.

Quando estávamos próximo de nos intersectar todos uns com os outros, o mendigo enche os pulmões e grita o piropo mais invulgar que já ouvi:

"OVOS COM ANANÁS É BOM!!!"

A rapariga deu um pulo, quase se desiquilibrando nos seus saltos altos.

...

"É bom é."

Depois deste episódio insólito continuamos a descer a rua. Ao fim de 20 metros viro-me para o Hugo: "Mas ovos como? Fritos? Cozidos? Mexidos?"

O Hugo reflecte durante uns instantes e vira costas, voltando a subir a rua, para ir ter com o mendigo. Chega ao pé dele e pergunta-lhe, "olhe desculpe, mas isso é ovos fritos, mexidos, ou como?"

E o mendigo responde-lhe: "Ou fritos ou mexidos."

Impressiona-me o facto de todas as frases produzidas por aquela boca serem tão intrigantes. Pois ele respondeu convictamente "ou fritos ou mexidos". Sendo que há tantas maneiras de fazer ovos (escalfados, cozidos, recheados, panados, etc) qual é a probabilidade de as duas únicas maneiras de comer ovos com ananás correspondam precisamente àquelas que o Hugo sugeriu na sua pergunta? Por outro lado, será que ele queria apenas dizer que não podiam ser fritos e mexidos ao mesmo tempo, tentando desta forma chamar a atenção para o facto de que não podemos ter tudo e que a vida é feita de opções e sacrifícios?

Perco muito tempo a matutar neste assunto.

Os mendigos do meu bairro costumam reunir-se a ver televisão na montra da loja da Sony, mesmo ao lado do meu prédio. Ficam ali horas e horas a ver a bola, as novelas, os reclames, o que quer que esteja a dar.

Recentemente fizeram uma vaquinha com o dinheiro das esmolas e foram aos chineses comprar um comando universal, para poderem mudar de canal.

Às vezes a vida tem um quê de kafkiano.

9 Comments:

vanessa said...

ovos panados? desconheço....

vanessa said...

ahh depois de me dizeres como se fazem ovos panados, tens que defenir kafkiano...

Sonat said...

lol

*

Primeiro lês "A metamorfose" de Frank Kafka, depois ficas a saber o que é kafkiano.

O livro começa com o personagem principal a acordar de manhã e descobrir que é uma barata gigante.

Batista said...

Ok…As vossas experiências de vida deixam-me estupefacto, ma medida em que vocês arrecadam as emoções, visões e audições, mais bizarras que já imaginei, podia falar de larvas, podia falar de muitas outras coisas…Ate chegar aos mendigos do vosso bairro… Meu deus… "OVOS COM ANANÁS É BOM!!!"… Mas nunca, infelizmente nunca, vou poder sentir a repugnância de ver as larvas no seu habitat, nem os mendigos a refilarem por vocês chegarem tarde e fazerem barulho. Não é justo…
Muito giro,muito giro.
O texto ta uma merda ;).

Sonat said...

vê mas é se postas no teu blog tenho saudades de te insultar

MRobalo said...

Estou maravilhado.
Parabens meu cabrão do caralho. Só para assinalar aqui no blog o teu aniversário.

Como é amanha boy?

Curtia ter assistido à conversa do Hugo com o sem-abrigo.

Batista said...

Bem ultimamente não tenho tido tempo, sabes pá trabalhar e o caralho um gajo fica sem tempo, mas já postei, já me podes insultar.

MRobalo said...

já postavas meu cabrão

Maria joao said...

Muito Bom!! =D lol